Happy hour is here !

E não, não é o que vocês estão pensando.. humm, também é o que vocês estão pensando.

Descobrimos um conceito diferente de happy hour, onde as pessoas vão fazer, adivinhe: Happy hour.

Acontece que hoje foi o dia de London Eye, de Abadia de Westminster, onde vimos o túmulo de Charles Darwin ( nota mental, igreja que permite que o pai do evolucionismo seja enterrado com pompas ), e almoçamos lá mesmo, uma boa sopa para forrar a barriguinha. A nossa volta ja tinha o conceito de happy hour, porque gente de vários lugares, não so turistas, mas ingleses, comiam, bebiam e se divertiam. E era uma abadia 🙂

Mais tarde fomos encontrar uma amiga da Lia que veio com o filhinho, e passamos final de tarde conversando e brincando com o Tomas. ( nota mental dois, aqui se respeita crianças, tem lugar pra elas, e pros pais )

Como tínhamos planejado mais um período noturno na “rodinha gigante” de 30 andares, tínhamos que ficar nas redondezas, entao bora pub/bar. Perto tinha um lugar que já é recomendado pacas por nós, o All Bar One, onde por acaso acabamos caindo no horário de … tcharam … happy hour.

Pois então ( do lageanês poisagora hômi ), o conceito de diversidade racial, diferentes etnias, tipos de pessoas de hipsters a engravatados a turistas ( nós ) a qualquer tipo de ser pensante, todos reunidos, no mesmo lugar, sem olhar de canto, sem pose social,  sem frescura, sem preços abusivos ( ei São Paulo, tô em Londres e pagando muito menos relativamente e o mesmo ou menos CONVERTIDO… ), só se divertindo como deveria ser. Detalhe, nada que não poderia ser feito FACILMENTE no Brasil, bem entendido.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *